Director: Gilberto Eduardo, Director-adjunto: Naiene Cauchy

JOGABET

Mercado Central de Inhambane ganha segunda vida

Gilberto Guibunda

Com uma história iniciada em 1867, no mesmo ano que a então vila de Inhambane foi  alocada o Primeiro Código de Postura, o Mercado Central conserva em si o papel de lugar histórico, tal como outros locais de importância reconhecida, ao nível da Cidade de Inhambane. Com várias transformações sofridas ao longo do tempo, foi em 1950 que o mesmo foi transferido para o local onde está implantado e constitui um marco de relevo afim de se  considerar  um património a preservar. Sempre foi um local de convergência de vários povos que visitaram o mercado para aquisições de produtos e artigos diversos produzidos por povos de outros quadrantes da província.

Por isso, quando em 2018 o então edil da Cidade de Inhambane anunciou que o mercado iria sofrer uma profunda os céus transbordaram de satisfação porque era uma decisão acertada para um lugar que não apenas conserva as simples trocas comerciais, mas acima de tudo, um lugar de eleição turística e que caracteriza o plano arquitectónico da velha Cidade de Inhambane. Com um orçamento de um milhão de euros de financiamento alemão, a verdade é que em finais do ano em questão as obras arrancaram e parecia tudo encaminhado para que o Mercado Central se apresentasse um ano depois com nova roupagem, mas questões burocráticas não aplausíveis paralisaram as obras e o mercado entregue à sua sorte.

Durante o período em coma o mercado jamais foi o mesmo do outrora, de uma referência e paragem obrigatória para quem visitasse a Cidade de Inhambane e não só, como também fosse apreciador paisagística como se apresentava o local.

Quatro anos depois eis que a esperança volta a bater ao Mercado Central. Benedito Guimino anuncia, finalmente a notícia que todo o mundo sempre esperou receber: que já há orçamento para a reabilitação do mercado e o empreiteiro também encontrado. Uma jogada de mestre do edil da Cidade de Inhambane que, bastante criticado, engoliu vários sapos a espera dum momento certo para justificar o investimento.

Comentários