Director: Gilberto Eduardo, Director-adjunto: Naiene Cauchy

JOGABET

ADV (Re)definiu o lugar para terminar a primeira volta

É daquelas escolhas que não se programam, mas que face ao seu desempenho determina o resultado final. Longe dos lugares cimeiros,  que foram  sempre o propósito da turma de Victor Mayamba desde o início da temporada, a Associação Desportiva de Vilankulo (ADV), representante da província de Inhambane na fina-flor do futebol nacional deverá terminar a primeira volta entre 6.a e 7.a posições, isso dependendo do resultado que a equipa for  a obter no encerramento desta primeira metade do Moçambola. Actualmente a ocupar o sexto posto na tabela classificativa da prova,  com 17 pontos, a equipa do Norte de Inhambane termina esta etapa com uma deslocação a Maputo, com o objectivo de tentar quebrar o ciclo negativo que regista de sete jogos sem vencer. O adversário chama-se Desportivo Maputo, que vem da jornada anterior moralizada, depois do triunfo forasteiro frente ao Ferroviário de Nampula.

Uma vitória frente aos alvi-negros vale mais três pontos e consequentemente fixação definitiva do sexto lugar, porque qualquer resultado que obter nesta última jornada o Ferroviário de Lichinga, actual quinto classificado, não será alcançado pela ADV.

Depois de um início do Moçambola quase que imaculado – a sua melhor fase – que resultou em quatro vitórias e uma derrota em cinco jogos, acumulando 12 pontos em 15 possíveis, a ADV quase que estagnou no tempo. A turma de Victor Mayamba não vence desde a 5.a jornada, ronda na qual bateu o Ferroviário de Lichinga de António Muchanga.

Quando não se ganha empates também servem

Os sete restantes jogos da equipa do Alto Makhassa foram uma mescla de situações. Os empates caseiros com adversários teoricamente acessíveis: 0-0 contra o Incomáti de Xinavane e 2-2 ante o primodivisionário Matchedje de Mocuba deixaram a equipa à beira de nervo, isto porque viam o pelotão da frente a distanciar-se cada vez mais. Nessa fase de divisão de pontos a que a equipa esteve envolvida, ressalta também os empates diante dos Ferroviários (de Maputo e Nampula) e ainda a repartição de pontos em Hanhane, frente a Liga Desportiva.

Com os muitos empates a marcarem o percurso dos comandados por Victor Mayamba, recaem também duas derrotas perante o Ferroviário da Beira e UD Songo, esta última a primeira em casa, curiosamente registada na décima segunda jornada.

Por: Comege Gujamo

Comentários